• 1° de Dezembro | Dia Mundial de Luta Contra a AIDS | Blog #tas

     1° de Dezembro: Dia Mundial do Combate a AIDS



    No dia 1º de dezembro é celebrado o dia mundial de combate a AIDS. A data tem como objetivo desenvolver e reforçar o esforço mundial da luta contra a AIDS, e promover um espírito de tolerância social.





    Por uma iniciativa da Assembleia Mundial de Saúde, o dia 1° de dezembro foi transformado no Dia Mundial de Luta Contra a AIDS em 1987. No Brasil, a data foi adotada em 1988, após assinatura de uma portaria pelo Ministério da Saúde.

    Anualmente são realizadas ações em vários países para conscientizar sobre a importância de se proteger e reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão social.

    Conheça um pouco mais sobre o símbolo da campanha e do HIV.

    O laço Vermelho

    Foi criado em 1991 por um grupo de profissionais de arte em Nova York, que queriam homenagear amigos e colegas que morreram ou estavam morrendo de AIDS. Inspirado no laço amarelo que honrava os soldados americanos na Guerra do Golfo, foi escolhida a cor vermelha como uma representação simbólica do sangue e à ideia de paixão.





    Para saber mais, acesse o link:


    HIV/AIDS

    HIV é a sigla em inglês do Vírus da Imunodeficiência Humana. Causador da aids, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T CD4+. É alterando o DNA dessa célula que o HIV faz cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção.

    Saiba que ter HIV não é a mesma coisa que ter aids. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Porém, podem transmitir o vírus através de relações sexuais sem camisinha, compartilhamento de seringas contaminadas, ou da mãe para o filho durante a gravidez e a amamentação. Por isso, é importante fazer o teste e se proteger em todas as situações.




    Para saber mais, acesse o link:


    Apesar do Brasil ter um dos melhores tratamentos contra HIV/AIDS em todo o mundo, a exclusão social e o preconceito são um grande obstáculo aos portadores do vírus. O resultado disso, é a falta de acesso ao tratamento por medo de serem discriminados.

    O preconceito é um dos fatores de declínio de uma sociedade. E para combatê-lo nada mais eficaz de um trabalho constante de conscientização. A reforma íntima também é necessária, pois é de extrema importância desenvolver o altruísmo no indivíduo, ou seja, se colocar no lugar do outro.

    Na vida é preciso saber viver, e para saber viver devemos amar o próximo, respeitá-lo e ajuda-lo incondicionalmente. Lembrem-se, nessa vida colhemos o que plantamos. Então por que não plantar o bem?

    (O cartaz do HIV positivo - Grupo de Incentivo a Vida - 2015)

    Desta forma meus queridos bloger readers, vamos fazer parte de mais essa campanha em defesa da vida.

    Compartilhe essa boa causa e jamais hesite em ajudar.

    Verifique a programação de sua cidade.

    Fiquem com Deus e até o próximo post.



  • Leia Também

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário