A Autópsia de Jane Doe (2016) | O terror que faltava para os Horror Lovers | Blog #tas

Capa - A Autópsia de Jane Doe (2016) | O terror que faltava para os Horror Lovers | Blog #tas


Uma corrida contra o tempo para encontrar respostas sobre um corpo desconhecido.



Ultimamente no mundo do terror, tivemos várias produções que deixaram a desejar. Nem os efeitos gráficos investidos para a criações de figuras grotescas, foram suficiente para garantir uma leve consagração. Aí perguntamos: o que aconteceu com os filmes de terror que deveriam causar, pelo menos, uma sensação desconfortante? Mas apesar dos pesares, a esperança é a última que morre para os Horror Lovers. E quando menos se espera (no finalzinho do segundo tempo) eis que surge uma produção que surpreende pela simplicidade no roteiro e causa a tão procurada sensação desconfortante.

Dirigido por André Øvredal, A Autópsia de Jane Doe (The Authopsie of Jane Doe) utilizou elementos simples e ao mesmo tempo desconfortáveis. Mexer com o psicológico do espectador através de elementos visuais são essenciais para um filme de terror, principalmente quando são próximo da realidade. 


A Autópsia de Jane Doe (2016) - O terror que faltava para Horror Lovers blog #tas
(Emile Hirsh é Austin Tilde)

A História:

Policiais estão numa casa onde quatro pessoas foram assassinadas brutalmente, sem indícios de arrobamento e assalto. Durante as investigações no local, um corpo enterrado pela metade é localizado no porão da casa. Tratava-se de uma mulher desconhecida que a apelidaram de Jane Doe (versão feminina de John Doe ou Zé Ninguém) e que não apresentava indícios de violência. Diante das evidências inexplicáveis e precisando de uma resposta imediata, o corpo da jovem é levado para o necrotério da cidade para uma autópsia imediata.


Olwen Catherine Kelly blog #tas
(Olwen Catherine Kelly é Jane Doe)

O necrotério é administrado por Tommy Tilde (Brian Cox) e Austin Tilden (Emile Hirsh), pai e filho. Seus respectivos turnos tinham terminado no início da noite, porém seus planos tiveram que ser mudados com a chegada do corpo da mulher misteriosa. O xerife relata o caso aos Tilde, expõe a gravidade da situação e a necessidade do relatório da autópsia o mais rápido possível. Em consideração aos anos de amizade com o Xerife, Tommy Tilde aceita fazer essa hora-extra juntamente com seu filho.

O procedimento de autópsia é iniciado. Logo de cara os dois legistas são surpreendidos com as características superficiais do corpo. O estado de conservação, assim como elementos identificados sobre a pele, deixam pai e filho intrigados, principalmente pelo fato de estarem analisando algo incomum nas mortes ocorridas na cidade. A medida que o procedimento vai avançando, as descobertas vão tornando-se cada vez mais aterrorizantes. O que antes era algo rotineiro, agora torna-se dever descobrir o que aconteceu com aquela jovem mulher.


Brian Cox - blog #tas
(Brian Cox é Tommy Tilde)

Percepções:

O filme é bastante agoniante e as cenas da autópsia são mostrada em detalhes. Para aqueles que assistiram Jogos Mortais IV e se incomodaram com os três minutos da autópsia de Jigsaw, irão ter um troço ao verem os cinquenta minutos dedicado ao procedimento. A corrida para desvendar algo que aparentemente está sem resposta, é bem envolvente.

Este é um daqueles filmes que podem ser considerados como um dos melhores do ano. Além de ter um roteiro muito bem elaborado, ele se destaca pela indução do espectador em analisar os fatos apresentados. Despertar a interpretação e estendê-la após o término é o insight perfeito para a consagração desta produção.

Não irei aprofundar sobre a história, porque esse é um daqueles filmes que deve ser apreciado a cada minuto. A única coisa que posso dizer é: Assista o filme com a mente interpretativa e atento aos detalhes.


Ficha Técnica:
Original: The Authopsie of Jane Doe
Direção: André Øvredal
Elenco: Emile Hirsch, Brian Cox
País: UK
Ano: 2016

O filme ganhou:

05 medalhas #tas
(5/5 medalhas #tas)


E o que você achou de A Autópsia de Jane Doe? Deixe seu comentário.

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e familiares.

Até o próximo post.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.