13 Reasons Why | O Fenômeno da Netflix e suas Reflexões | Blog #tas

Capa - 13 Reasons Why | O Fenômeno da Netflix e suas Reflexões | Blog #tas

Em menos de uma semana, 13 Reasons Why se tornou um fenômeno mundial e transformou-se num material rico em reflexões e campanhas. Confira o post e reflita.


Mais uma vez a Netflix lança um fenômeno mundial. Com menos de 24 horas que foi colocada em seu catálogo, uma chova comentários surgiram nas redes sociais. A repercussão foi tamanha que, já no seu primeiro dia, iniciou uma campanha #NãoSejaUmPorquê.

Diferentemente de suas recentes produções que tratavam de fantasia, distopias, biografia e dentro do universo da Marvel, aqui temos uma série que trata de assuntos muito presentes em nosso cotidiano: Suicídio, Bullying, entre outros.

Se você ainda não viu, fique tranquilo. O blog #tas está aqui para fazer um apanhado geral do que você irá encontrar na série.


13 Reasons Why - Blog #tas - Kate Walsh e Katherine Langford
(Kate Walsh e Katherine Langford Fonte: Netflix Media Center)

Sobre o que é?

A série conta a história de Hanna Baker (Katherine Langford), uma adolescente que cometeu suicídio. Antes de morrer, ela gravou 13 fitas k-7 contando seus 13 motivos que a levaram a cometer tal ato. Para escutá-las haviam algumas regras que caso elas não fossem cumpridas, o conteúdo iria ao conhecimento do público, pois havia alguém supervisionando todos os passos de seus ouvintes.

Logo no primeiro capítulo somos apresentados ao Clay (Dylan Minette), um rapaz que era apaixonado por Hanna. Ao chegar da escola, ele recebe dos correios a caixa com as 13 fitas. O impacto do rapaz é grande ao ouvir a voz de Hanna informando que “quem as recebesse, era responsável pela sua morte”.

O que será que aconteceu? Que fatos foram registrados?


13 Reasons Why - Blog #tas - Dylan Minette e Christian Navarro
(Dylan Minette e Christian Navarro - Fonte: Netflix Media Center)

O que esperar?

Apesar de ser uma série composta por personagens teens, a série é madura ao abordar diversos assuntos, além do carro-chefe suicídio. Dentre eles:

-Bullying;
-Abuso sexual;
-Egoísmo;
-Entre outros.

13 RW - Blog #tas - Ross Butler, Justin Prentice e Branson Flynn
(Ross Butler, Justin Prentice e Branson Flynn Fonte: Netflix Media Center)

Confira o vídeo do canal #tas sobre esses assuntos mencionados:

(Fonte: Canal #tas)

A repercussão foi grande que a série porporcionou um aumento nos pedidos de ajuda no portal CVV (Centro de Valorização da Vida). Um dado muito importante e bastante positivo, principalmente por permitir quebrar o silêncio de muitos que estavam precisando de ajuda.

Para saber mais sobre o assunto, acesse o link abaixo:



Desta forma...

A fórmula usada 13 Reasons Why foi utilizar elementos do nosso cotidiano, principalmente de atitudes que praticamos e não a percebemos, ou fingimos não as perceberem.

Diante disso eu pergunto a você: Que tal se permitir  realizar uma reforma intima e analisar sua postura diante do próximo? Que tal desenvolver o altruísmo, se colocando no lugar do outro antes de agir? É algo que sempre comento aqui no blog e no canal e não deixa de ser algo importante. O homem nasceu para viver em sociedade, é lei da vida. Ajudar e contribuir para crescimento e o bem-estar do próximo é algo tão gratificante e que não tem preço.


(Katherine Langford - Fonte: Netflix Media Center)

E caso você esteja passando por um momento difícil, jamais hesite em pedir ajuda. Se você não tem com quem conversar, ou alguém de confiança, procure o CVV através do número 141, ou por e-mail, até mesmo pessoalmente. O Centro de Valorização da Vida está sempre de braços abertos para recebê-lo e ouví-lo com respeito e atenção. Fique tranquilo que as conversas são mantidas em sigilo.

Para saber mais sobre o CVV e os canais de ajuda, acesse o link:


Divulguem com responsabilidade.

cartaz 13 Reasons Why - blog #tas

Ficha Técnica:
Título: 13 Reasons Why
Criação: Bryan Yorkey
Original: Netflix
Ano: 2017

A série ganhou:
(5/5 medalhas #tas)


Agora gostaria de saber de você. Quais outros elementos você identificou na série? Você tem algo para contribuir em torno dos assuntos que são abordados? Fique a vontade e deixe seu comentário.

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus parente e amigos. E lembre-se #NãoSejaUmPorquê.

Até próximo post!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.