Bates Motel | Season Finale | S05 E08 A E10 | Blog #tas

 Capa - Bates Motel | Season Finale | S05 E08 a E10 | Blog #tas

Resenha da Season Finale de Bates Motel com a playlist da trilha sonora da série? Só aqui no blog #tas. Confira antes de fazer seu check-out.


Sim meus queridos #BatesLovers, a série carregada de emoções, suspense e interpretações chegou ao seu fim.

Missão dada, missão cumprida. Bates Motel fez uma temporada antológica. Utilizou várias referências para fechar com chave de ouro. Dentre elas: 

  • As três facetas de Norman Bates (Norman, Norma e Normal) presentes no livro Psicose (1959) de Robert Bloch.
  • As releituras das principais cenas do filme Psicose (1960) de Alfred Hitchcock. Confira algumas delas aqui .

Tenho que admitir que como fã do universo Norman Bates, me surpreendi. A cada novo episódio, um grito era dado nesta Season Finale. Os plots twist foram absurdos que minhas teorias eram jogadas no ralo da banheira do Motel - literalmente.

Clique nos links abaixo para conferir a análise dos outros episódios:

Bates Motel | Season Finale | S05 E01 a E03 | Blog #tas

Bates Motel | Season Finale | S05 E04 a E07 | Blog #tas


Freddie Highmore e Vera Farmiga | Na delegacia | Blog #tas
(Freddie Highmore e Vera Farmiga | Na delegacia)

Então ela foi 100% perfeita?

Infelizmente não. Há algumas ressalvas a serem feitas. Tratam-se de detalhes que poderiam ter sido melhor trabalhados.

Chega de delongas. Vamos à nossa resenha e ao final comento com você sobre estas ressalvas. E para proporcionar uma leitura com emoção,  coloquei aqui a trilha sonora da série disponível no spotify. Vamos lá?


Obs: se você tiver o aplicativo instalado, tanto no computador ou no seu smartphone, você poderá escutar a playlist completa, e o melhor de tudo, mesmo sendo usuário free. Caso ainda não tenha o spotify instalado, clique aqui e baixe é grátis.

#E08 – The Body

A polícia está na casa de Norman Bates, após a sua denúncia confessando o assassinato de Sam Loomis (Austin Nichols). Com medo da identidade de sua Mãe (Norma) assumir o controle, ele solicita a Xerife Jane Greener (Brooke Smith) que o interrogatório seja feito na delegacia e que levem seu remédio. Seu pedido é atendido: Norman confessa o crime, diz a localização do poço onde está o corpo de Sam Loomis e, conforme combinado, entregam seu remédio. Porém a identidade de sua mãe surge, assume o controle da mente de Norman  e faz com que ele vomite o medicamento.

A personalidade de sua mãe está determinada em reverter a confissão de Norman. Para isso, ela afirma que Madeline Loomis (Isabelly Mcnally) é responsável pela morte de seu marido e que isso pode ser comprovado porque eles tiveram um affair.

O segundo corpo encontrado no lago de White Pine Bay é identificado, trata-se de Audrey, mãe de Emma – vítima de Norman no primeiro episódio da quarta temporada, lembra? Logo que recebeu os resultados, a Xerife Greener foi até Dylan (Max Thieriot) para comunicá-lo.

Romero (Nestor Carbonell) encontra sua arma e vai até a residência dos Bates, atrás de sua vingança. Ao entrar na casa, as lembranças dominam sua mente. Ele vê a figura de Norma (Vera Farmiga) em todos os cômodos e adormece no antigo quarto de sua falecida esposa. Ao escutar a voz de Norman e um barulho de máquina de escrever, Romero acorda e vai investigar a procedência do barulho. Ao chegar no Porão, ele encontra Chick (Ryan Hurst) escrevendo seu livro no mausoléu que Norman criou para armazenar o corpo de sua mãe. Os dois têm uma leve discussão que resulta na execução de Chick com um tiro na cabeça.

A polícia encontra o corpo de Sam Loomis no poço, conforme as informações dadas na primeira confissão de Norman. Assim que chega na delegacia, a xerife Greener vai até Norman, com a personalidade da mãe, e comunica que ele responderá pelos crimes de homicídio de Sam Loomis, Jim Blackwell e de Audrey.


Freddie Highmore e Vera Farmiga | Na delegacia | Blog #tas
(Jane Greener e Freddie Highmore | Sala do interrogatório)


#E09 – Visiting Hours

As impressões digitais de Norman são registradas. Após o procedimento, ele é avisado que, se for condenado, será aplicada a pena de morte pelos crimes cometidos.

Emma (Olivia Cooke) chega em White Pine Bay para ficar com Dylan. Com aperto no coração, o marido avisa à sua amada sobre a morte de sua mãe e que o responsável é seu irmão, Norman. Abalada, Emma fica em dúvidas sobre o futuro de seu casamento. Por questões de honra, ela resolve cuidar sozinha dos procedimentos funerários, apesar de nunca ter conhecido sua mãe. Na Funerária, Emma opta pelo processo de cremação e durante a conversa sobre os detalhes, ela descobre que o túmulo de Norma está naquele espaço e vai visitá-lo. Ao encontrá-lo, Emma se emociona profundamente.

Dylan vai ao julgamento de Norman, mas não consegue ficar por muito tempo, após ver os detalhes dos crimes cometidos por seu irmão, ou melhor, da identidade de sua mãe. Ele encontra com Madeline Loomis no corredor do tribunal que indignada pergunta: “Você sempre soube. Como você consegue viver sabendo de tudo?”. Dylan fica sem reação.

Emma tem seus momentos mais sofridos: assiste o processo de cremação e joga as cinzas de sua mãe – um ritual de despedida carregado de emoção. Antes de ir embora, ela vai até a delegacia onde Norman está detido. Ao vê-lo, Emma sente pena, ao invés de ódio. Ela tem ciência que estava conversando com a personalidade de sua mãe e pede para dar um recado a Norman: “Diga a ele que sinto saudades”. Esse gesto toca profundamente Norman.

Romero descobre onde Norman está detido e vai atrás dele. Ele sequestra a recepcionista Regina (Aliah O'Brien), rende todos os policiais na delegacia e retira Norman de lá para localizarem o corpo de Norma nas montanhas.


Vera Farmiga e Olivia Cooke | Encontro supreendente | Blog #tas
(Vera Farmiga e Olivia Cooke | Encontro supreendente)


#E10 – The Cord

A personalidade da mãe continua sob o controle de Norman e leva Romero até o local onde está enterrado o corpo de Norma.

Ao desenterrá-lo, Romero tem um ataque de ira e começa a espancar Norman. Enquanto o jovem está se recuperando da agressão, o ex-xerife tem seu momento emotivo e se distrai ao ver o corpo de Norma. Se aproveitando da situação, Norman acerta a cabeça de Romero com uma pedra, rouba sua arma e atira nele que morre logo em seguida.

De imediato Norman vê a identidade de sua mãe se despedindo e afirmando que não tem mais como protegê-lo. Ele adormece e sonha com sua mãe, Norma.

Ao acordar, Norman pega o corpo de sua mãe e leva-o de volta à residência dos Bates. Durante o trajeto, várias lembranças da chegada de mãe filho em White Pine Bay vem à tona – alguns flashbacks do primeiro episódio de 2013. Ao chegar ele coloca o corpo na cama de sua mãe e vai até o Motel. Como se nada tivesse acontecido, ele retira as faixas de proibição da polícia, reabre o estabelecimento e hospeda uma mãe com dois filhos pequenos e, por coincidência, um deles se chama Dylan.

Ao lembrar de seu irmão Dylan, Norman liga para ele e o convidando para jantar e se reaproximarem. Ele aceita, mas não avisa a polícia. Ao estacionar o carro, minutos antes de entrar na residência dos Bates, Dylan liga para Emma para avisá-la do que está acontecendo – uma certa despedida para a mãe de seus filhos. Logo em seguida, ele informa à hóspede que ela precisa ir embora e explica o quadro mental de seu irmão. Sem pensar duas vezes, a mãe vai embora com seus dois filhos.

Ao encontrar com Norman, Dylan recebe um abraço carregado de emoção, o que o deixa mais convicto de que precisa ajudar seu irmão. Mas ao ver o cadáver de sua mãe (Norma) à mesa, ele passa mal e afirma que Norman passou dos limites e que precisa se tratar. Não aceitando tal afronte do irmão, Norman pega uma faca para provocá-lo a matá-lo, porém Dylan se recusa. É ao avançar em Dylan que Norman tem seu objetivo concretizado e é baleado pelo irmão. Norman agradece e morre nos braços de Dylan.

Nos momentos finais, Norman é recebido por sua mãe. Ele é enterrado ao lado de Norma, porém sua lápide apenas tinha informações da data de nascimento e morte, sem mensagens - também pudera. Dylan e Emma superam os fatos desagradáveis de seus passados e reatam seu casamento.


Vera Farmiga e Norman - Criança | Blog #tas
(Vera Farmiga e Norman - Criança)


#Minhas Impressões

Conforme comentei no início, foi uma temporada antológica e carregada de: Plot Twist, interpretações e fortes referências do livro e filme. Destaques merecidos para as atuações de Freddie Highmore e Vera Farmiga que foram criteriosos no desenvolvimento da Faceta Norma. A sincronia dos trejeitos, simbolizando a identidade criminosa criada por Norman, foi fantástica. Digna de Emmy.
Mas como nada é perfeito nessa vida, com a Season Finale de Bates Motel não foi diferente.

Prejudicou a série?

Não totalmente, mas deixou incógnitas que poderiam ser evitadas. Talvez teria uma encerramento sadio se elas não fossem mencionadas na trama. Confira abaixo as principais:

1-Os registros do Chick (Ryan Hurst):  

Desde segundo episódio acompanhamos o interesse de Chick pela dupla personalidade de Norman. Após presenciá-las de perto resolve registrá-las através anotações e gravações para escrever seu livro. Despertou nosso interesse e até algumas teorias surgiram em torno desse processo - de ser o livro Psicose. Porém o assunto se perde no meio da temporada. E quando Chick retorna no episódio oito, morre e seus registros nem sequer foram verificados pela equipe de policiais forenses que estavam na residência dos Bates. Uma jogada fora essa. #PausaParaReflexão.


Ryan Hurst na frente do Motel Bates | Blog #tas
(Ryan Hurst na frente do Motel Bates)


2-Madeline Loomis (Isabelly Mcnally)

Tivemos sua presença desde o primeiro episódio nesta Season Finale de Bates Motel. Sua semelhança com Norma foi o motivo para abalar as estruturas de Norman que ocasionou num affair relâmpago, devido um casamento malsucedido. Houve a tentativa de acusá-la do assassinato de seu marido, Sam Loomis. E o que fizeram? apresentaram um interrogatório com a xerife Greener bem superficial. A calúnia nem sequer foi explorada, afinal de contas foi uma acusação passível de investigação, não é verdade? E o que falar de sua despedida na série? No julgamento de Norman, no penúltimo episódio, dando um lição de moral em Dylan e nunca mais se ouviu falar de Madeline. #OkayObrigado Pelo menos poderiam ter dado entender o que ela faria a partir dali.


Isabelly Mcnally na delegacia | Blog #tas
(Isabelly Mcnally na delegacia)


3-Dr. Edward (Damon Gupton): 

Esse foi o principal furo que me incomodou. O psiquiatra que tratou Norman, na quarta temporada, aparece no episódio cinco e conversa com ele, depois descobrimos que ele estava sumido há um ano e meio e que talvez estivesse morto. Perfeito! Mas e aí, cadê a resposta? Não supriu a dúvida de ninguém em saber se ele realmente morreu, se ele foi mais uma vítima de Norman Bates. Terminou a série e ficamos sem respostas. #Xatiado


Damon Gupton conversando com Freddie Highmore | Blog #tas
(Damon Gupton conversando com Freddie Highmore)

Eu quero acreditar que que todos esses furos tenham sido decorrente do adiantamento do lançamento da série – prevista para março, porém anteciparam para fevereiro. Então pensarei dessa forma.

Independente desses detalhes, a Season Finale foi muito boa e achei seu final coerente, apesar de sofrido. Afinal alguém matar o próprio irmão para impedir que surjam novas vítimas, com certeza deve ser duro demais – eu morreria, porque não iria conseguir. E querendo ou não, o Dylan era o mais indicado para fechar esse ciclo, principalmente por ele se sentir culpado por ter abandonado a Norma ao ir embora e deixá-la vulnerável ao irmão.

Confesso que tive preconceitos logo que a série foi lançada em 2013, tanto que só comecei a assisti-la em 2016, quando anunciaram a morte de Norma e que iriam iniciar a adaptação de Psicose. Resumo: maratonas das quatro temporadas de uma só vez.  E posso dizer que fiquei feliz com o que vi, principalmente pelo critério em honrar as principais referências: do livro, do filme e de Ed Gein – o assassino que inspirou a criação de Norman Bates. Um trabalho desenvolvido com critério e qualidade, principalmente por decidirem em não estenderem muito a história.
Freddie Highmore e Vera Farmiga | Bates Motel 2013 | blog #tas
(Freddie Highmore e Vera Farmiga | Bates Motel 2013)


Eu sei que despedidas são tristes, mas antes de fazermos nosso check-out temos que admitir que a série deixará saudades. Agora só realizando nossas reprises e acompanhando os futuros trabalhos deste elenco que esbanjou interpretação e conquistou nossos corações. Não é verdade?



Capa - Season Finale Bates Motel | Blog #tas

Ficha Técnica:

Título: Bates Motel
Elenco: Freddie Highmore, Vera Farmiga
Episódios: 10
Páis: EUA
Ano: 2017

A série Ganhou:
05 medalhas #tas
(5/5 medalhas #tas)

Deixe seu comentário sobre o que você achou desta Season Finale de Bates Motel, estou curioso em saber sua opinião.

Se você gostou deste artigo, compartilhe nas redes sociais e ajude a aumentar o debate em torno de Bates Motel.

Lembre-se de se inscrever no blog para receber em primeira mão e de graça, as novas publicações.

Até o próximo post.

Dandy Souza.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.